Internautas pelo mundo resistem à politização do rastreamento do vírus

Internautas pelo mundo resistem à politização do rastreamento do vírus

Porto Velho, RO - Rádio Internacional da China - O think-tank da CGTN, subordinado ao Grupo de Mídia da China, realizou a partir do dia 24 de julho uma pesquisa mundial entre internautas, cujo resultado mostra que 80% dos votantes consideram que a questão do rastreamento da origem do novo coronavírus foi politizada e que os trabalhos relativos a essa busca devem ser realizados em diferentes lugares do mundo. 

Os resultados da sondagem mostram que a politização do rastreamento, efetuada por alguns países ocidentais, não atendem à opinião pública e à tendência atual de respeitar a ciência e combater a pandemia de Covid-19 com esforços conjuntos. 

No final de março deste ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a China divulgaram um relatório de investigação após a conclusão da parte dos trabalhos sobre o rastreamento do vírus no país. 

O documento apontou que é “extremamente impossível” o vazamento do vírus de um laboratório na China, além de apresentar propostas de continuar procurando os primeiros casos possíveis em uma escala ainda maior pelo mundo. 

Alguns países, incluindo os EUA, não respeitaram o relatório e recorreram a todos os meios para politizar o rastreamento da Covid-19. Eles reprimiram vários cientistas e exigiram que agências de inteligência apresentem uma conclusão sobre a origem do vírus dentro de 90 dias. 

As manipulações políticas interferem severamente no rastreamento do vírus e na cooperação antiepidêmica pelo mundo. A ação despertou indignação da comunidade internacional. Cerca de 60 países já enviaram cartas ao secretário-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, ou emitiram declarações para opor-se à politização do rastreamento do novo coronavírus. 

A pesquisa do think-tank da CGTN possui três perguntas e é realizada nos idiomas chinês, inglês, russo, francês, espanhol e árabe. Conforme os resultados do levantamento, os internautas pelo mundo têm um conhecimento claro sobre as tentativas norte-americanas de politizar o rastreamento do novo coronavírus. Um internauta do idioma inglês comentou que as ações estadunidenses visam reprimir o desenvolvimento da China. 

Os políticos norte-americanos devem ler atenciosamente o relatório e ouvir as vozes dos internautas pelo mundo, além de parar com as manipulações políticas e transferências de responsabilidades na questão do rastreamento do novo coronavírus. Se não fizerem isso nem respeitarem a ciência, enfrentarão um fracasso completo.