Biden começa a rever relação com Venezuela

Biden começa a rever relação com Venezuela

Porto Velho, RO - Em sequência de reportagens de Joshua Goodman, seu correspondente para América Latina baseado na Flórida, a agência Associated Press reportou ao longo da última semana os sinais crescentes de distensão entre Washington e Caracas.

 

Num dos títulos, o correspondente escreve: "EUA reveem sua política em relação à Venezuela" 

 

Entre outras ações, a Venezuela passou seis executivos de petróleo dos EUA para prisão domiciliar, após gestões feitas pelo ex-governador democrata Bill Richardson e pelo Vaticano, e permitiu uma representação do programa de alimentação da ONU no país, como vinha pedindo Washington.

 

Por outro lado, os EUA divulgaram relatório governamental reconhecendo que a ajuda levada à fronteira com a Venezuela em 2019 visava "em parte a busca de mudança do regime"; Também veio a público que uma procuradora que deixou a Venezuela em 2017, com ataques ao governo, acaba de ser "implicada em suborno" num julgamento nos EUA, informa o colunista Nelson de Sá da Folha de S.Paulo.