Vereador e comerciante trocam farpas e ofensas em mídias sociais

Vereador e comerciante trocam farpas e ofensas em mídias sociais
Porto Velho, RO - O caso envolvendo um vereador e um pré-candidato nas próximas eleições, vira caso de Polícia. O homem de 52 anos, vítima no Boletim de Ocorrência, procurou a 1ª Delegacia de Polícia Civil, de Guajará-Mirim/RO, na noite de sábado, 04, informando que tudo iniciou após o mesmo ter vendido um veículo, modelo Strada, a um assessor do edil e por motivos pessoais o comprador não pode mais quitar a dívida de R$ 2.700,00, então o vereador assumiu a dívida.
 
Passados três meses do combinado, o vendedor do carro foi cobrar o vereador, segundo ele, o mesmo não gostou, se irritou e agrediu a vítima. A partir daí ele disse que o edil passou a postar nas redes sociais comentários contra a vítima e seus familiares.
 
O comerciante disse que recentemente foi prestar seus serviços em uma residência, quando foi informado pela moradora que o citado edil teria iniciado a perfuração de um poço artesiano, porém não havia terminado, deixando um vergalhão com ponta, onde ela mesma esbarrou, caiu e fraturou o braço.
 
O comerciante então fez um vídeo onde a moradora relatou o fato e ele postou nas mídias sociais. Foi então que recebeu áudios, por meio do aplicativo WhatsApp, do edil, com várias ofensas, além do emissor ameaçar caso o homem publicasse os áudios com as ofensas, afirmando: “irá ficar pior, porque quem pode mais, chora menos. O comerciante registrou o Boletim de Ocorrência para que providências sejam tomadas.