Usuário denuncia ameaça e polícia encontra criança de 04 anos vivendo em condição precária em boca-de-fumo

Usuário denuncia ameaça e polícia encontra criança de 04 anos vivendo em condição precária em boca-de-fumo

Porto Velho, RO -  Após o pai ser flagranteado com uma arma ilegal, uma família foi levada para a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), na tarde de sexta-feira, 04, em Vilhena. O caso aconteceu no bairro Cristo Rei e o Conselho Tutelar foi acionado para analisar a situação insalubre em que a criança vive.
 
Uma guarnição foi acionada e, no local, fez contato com um sargento que já havia averiguado a situação. Ele contou que foi abordado por um usuário de drogas, e que o desconhecido disse que há pouco tempo tinha saído de uma boca de fumo onde foi ameaçado pelo dono do local com uma arma.
 
Com a informação, o sargento foi até a casa verificar se a denúncia era real. Lá, foi recebido pelo morador, um ajudante de pedreiro de 50 anos, e ao questioná-lo sobre a arma o sargento ouviu do suspeito que era apenas uma garrucha artesanal deixada por um conhecido para a venda.
 
Mas, ao vistoriar a arma, percebeu que ela oferece riscos as pessoas, pois funciona perfeitamente. Além disso, estava com cartuchos deflagrados e dentro de um pote de achocolatado foram encontradas mais munições.
 
Enquanto era feita a abordagem do suspeito, foi visto que uma criança de 4 anos também estava na casa, mas, a condição do local era precária quando se refere a higiene e considerada também insalubre. Por isso, o Conselho Tutelar foi acionado para as medidas cabíveis.
 
O suspeito foi conduzido à Unisp, junto com sua esposa e filho, e deve responder por posse ilegal de arma.