Sérgio Moro pede afastamento do cargo de ministro

Sérgio Moro pede afastamento do cargo de ministro

Foto: Pedro França / Agência Senado

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza audiência pública interativa para ouvir o ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública, sobre informações e esclarecimentos a respeito das notícias veiculadas na imprensa relacionadas à Operação Lava Jato.rrMesa:rministro de Estado da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro;rpresidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB-MS).rrFoto: Pedro França/Agência Senado

Porto Velho, RO - Em meio à divulgação, pelo The Intercept Brasil, de uma série de conversas comprometedoras do ex-juiz Sérgio Moro com procuradores do Ministério Público, o ministro da Justiça vai se afastar do cargo na próxima semana.

A autorização para o afastamento de Moro foi publicada nesta segunda-feira (8), no Diário Oficial da União. Ele vai ficar fora do cargo do dia 15 ao dia 19 de julho, para tratar de assuntos particulares, segundo informações oficiais.

A assessoria do ministro afirmou que Moro vai tirar alguns dias de férias. Enquanto isso, o secretário-executivo da Justiça, Luiz Pontel de Souza fica no cargo.