Secretaria Executiva Regional acompanha ações voltadas à ressocialização de reeducandos em Pimenta Bueno

Secretaria Executiva Regional acompanha ações voltadas à ressocialização de reeducandos em Pimenta Bueno

Porto Velho, RO - Por meio de uma parceria entre o Governo de Rondônia, Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RO) e empresários locais, reeducandos da Casa de Detenção de Pimenta Bueno estão tendo a oportunidade de trabalhar. Somente em uma indústria de bicicletas tem empregado 70 internos na produção de aros que funciona na própria unidade prisional. Depois de montados, esses itens voltam à indústria localizada na cidade para a montagem das bicicletas, vendidas para todo Brasil e também para outros países.

A matéria prima é levada até a Casa de Detenção pela empresa contratante e a montagem acontece em um barracão, item por item. “O espaço usado pelos apenados está sendo cada vez mais estruturado, garantindo melhores condições de trabalho aos internos. Além da remição de pena, eles estão sendo remunerados pela indústria de bicicletas, conforme a produção”, destacou o diretor da unidade prisional, José Roberto de Oliveira Filho.

No ateliê de costura os reeducandos produziram mais de 20 mil máscaras faciais

Em uma série de visitas realizadas no município de Pimenta Bueno esta semana, o secretário Executivo Regional do Governo em Cacoal, José Moura, fez questão de incluir na programação a Casa de Detenção, onde conheceu os projetos desenvolvidos. Além da produção de aros de bicicletas, apenados dos regimes provisório, fechado e semiaberto também se dedicam em outras frentes de trabalho.

Um exemplo é o ateliê de corte e costura, que neste momento está sendo ampliado. Nos últimos meses, mais de 20 mil máscaras faciais foram produzidas e distribuídas no município para prevenção à Covid-19. Também foram produzidos capotes, equipamento de segurança utilizados como uma espécie de capa pelos profissionais de saúde, reforçando à segurança contra a doença. Os internos trabalham ainda em uma horta, produzindo verduras para consumo da própria unidade.

“Nós ficamos muito felizes de chegar aqui e ver tudo funcionando tão bem, os reeducandos trabalhando, buscando uma nova chance de aprender um ofício, ocupando o tempo de maneira produtiva e, neste momento de pandemia, contribuindo para o enfrentamento à Covid-19. Isso é muito satisfatório”, destacou o secretário regional.

Outra ação bastante elogiada foi o projeto “Alô Meu Mundo”, que oferece aos internos da Casa de Detenção a oportunidade de manter o contato com familiares, por meio de  videochamadas. “Nós agradecemos as parcerias entre o Governo de Rondônia, Tribunal de Justiça, Prefeitura, empresários e entidades de Pimenta Bueno que tem se dedicado em garantir novas perspectivas aos reeducandos. Com a pandemia as visitas foram suspensas, e por intermédio  deste projeto eles têm a chance de conversar com os familiares. De uma maneira geral, nós que estamos aqui dia após dia, vemos a diferença que essas ações fazem na vida dessas pessoas”, destacou o diretor da Casa de Detenção, José Roberto, diretor da Casa de Detenção.

OUTRAS VISITAS

Governo de Rondônia quer aproximação com órgãos estaduais nos municípios

O secretário José Moura aproveitou a ida à Pimenta Bueno para fazer uma série de visitas aos órgãos estaduais, como por exemplo, a Coordenadoria Regional de Educação (CRE), o escritório local da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater), a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron), a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e na Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran).

A Secretaria Regional de Governo é um órgão vinculado à Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) e na Região do Café representa o Governo de Rondônia nos municípios de Cacoal, Pimenta Bueno, Espigão D’Oeste, Ministro Andreazza, São Felipe D’Oeste e Primavera de Rondônia.

“Foi uma agenda muito produtiva. O nosso objetivo com estas visitas é justamente atender um pedido do governador, coronel Marcos Rocha, de aproximar todos os órgãos do Governo. Queremos estar atentos às demandas e ser um canal para dialogar e buscar ações efetivas em prol de todos os órgãos que compõe a estrutura do Estado”, finalizou Moura.