Justiça mantém prisão de acusado de integrar organização criminosa que agia na Ponta do Abunã

Justiça mantém prisão de acusado de integrar organização criminosa que agia na Ponta do Abunã

Porto Velho, RO - O desembargador Jorge Luiz Leal da Luz manteve a prisão preventiva de um homem chamado Sirleudo Oliveira do Nascimento, um dos presos na Operação Ultimato, realizada em 13 de setembro do ano passado pela Polícia Civil para desarticular uma organização criminosa na região da Ponta do Abunã, que atuava com crimes de tráfico de drogas e homicídios. 

Sirleudo está preso desde o dia da realização da operação acusado de homicídio qualificado pela participação no assassinato de Francisco Rodrigues de Souza, durante uma festa, dia 7 de julho, no distrito de Extrema, juntamente com o comparsa Alexsandro Segóbia Mourão, também preso. 

O motivo do crime teria sido passional, já que a vítima teria saído com a namorada de Sirleudo e com a ex-mulher de Alexsandro. As duas eram irmãs. Segundo o desembargador, Sirleudo é membro da facção Comando Vermelho e sua prisão é necessária para que não gere repercussão negativa na sociedade.