Homem tenta receber indenização da Vale sem ter relações com a tragédia

Homem tenta receber indenização da Vale sem ter relações com a tragédia

A Polícia Militar prendeu ao menos quatro pessoas em crimes que teriam relação com a tragédia da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Duas delas foram flagradas utilizando drones em áreas restritas.

Um dos presos, detido nesta segunda-feira (4), teria sido contratado por um veículo internacional de imprensa para fazer imagens do desastre.

Segundo a polícia, os dois operavam os equipamentos no espaço aéreo considerado restrito para a atuação da força-tarefa de resgate.

Homem fingia ser policial

Os outros dois detidos são suspeitos de estelionato. Entre os presos, está um homem que se passava por policial federal, no Centro de Belo Horizonte.

Ele estaria pedindo equipamentos às pessoas, no Centro da capital mineira, alegando que eles seriam utilizados no trabalho de buscas, em Brumadinho.

Entre o material estavam celulares e rádios-comunicadores. Também foram apreendidos R$ 400, que teriam sido arrecadados pelos estelionatários.

O outro seria um homem que tentou receber indenização da Vale sem ter relações com a tragédia.