Governo Trump executa mulher no corredor da morte pela 1ª vez em 70 anos

Governo Trump executa mulher no corredor da morte pela 1ª vez em 70 anos

Porto Velho, RO - O governo dos Estados Unidos executou, nesta quarta-feira (13), a assassina condenada Lisa Montgomery, 52, a única mulher no corredor da morte federal e a primeira prisioneira a receber a pena capital desde 1953. A informação é do jornal Folha de S.Paulo. 

Depois de uma disputa judicial em que a defesa de Montgomery pedia a anulação da sentença sob o argumento de que ela tinha uma doença mental, a Suprema Corte dos EUA decidiu anular a suspensão da execução concedida por instâncias inferiores da Justiça americana.A mulher foi morta às 1h31 desta quarta (3h31 no horário de Brasília). 

A defesa de Montgomery afirmou que ela sofria recorrentes abusos por parte do padastro desde a infância. Segundo seu relato, ele dizia que, se ela contasse algo para alguém, sua irmã mais nova também seria estuprada. Já na adolescência, sua mãe a explorou sexualmente e vários homens frequentavam sua casa para abusá-la. 

Sua defesa argumenta que os traumas causaram diversos traumas neurológicos em  Montgomery.