Eu quero pagar prêmio de 500 mil: Confira vídeo de presos na operação Carga Prensada ostentando carros, lanchas, jet sky dinheiro e vida de ricos

Eu quero pagar prêmio de 500 mil: Confira vídeo de presos na operação Carga Prensada ostentando carros, lanchas, jet sky dinheiro e vida de ricos

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 15/09/2021, a OPERAÇÃO CARGA PRENSADA, com atuação de mais de 270 policiais em 8 Estados brasileiros.
 
Porto Velho, RO - A Operação decorre de investigação em curso na Delegacia da Polícia Federal em Vilhena/RO, que apura organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas em larga escala no território brasileiro, bem como praticando diversos outros delitos relacionados, incluindo o comércio ilegal de armas de fogo, lavagem de capitais e falsidade ideológica.
 
São cumpridos 45 mandados de prisão e 62 mandados de busca e apreensão nos Estados de Rondônia, Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina.
 
Conforme apurado no Inquérito Policial, os membros da organização criminosa são responsáveis pelo envio de grandes quantidades de cocaína, oriundas de Rondônia, para diversos outros Estados brasileiros. Ao mesmo tempo, o grupo realizava a aquisição de cargas de maconha oriundas de Mato Grosso do Sul e distribuída nos Estados de Rondônia e Acre.
 
Além das prisões e buscas, houve o bloqueio de diversas contas utilizadas pelos investigados e suas empresas, bloqueio e sequestro de cerca de 150 veículos – muitos dos quais de luxo -, suspensão de atividades de empresas relacionadas à lavagem de capitais, medidas cautelares diversas da prisão e até bloqueio de contas da ORCRIM em redes sociais.
 
Uma aeronave e uma lancha também foram objetos de sequestro, bem como imóveis, havendo elementos que apontam que os bens ostentados pelo grupo são oriundos de valores obtidos com o tráfico de drogas.
 
A investigação se iniciou com apreensão em 2019, pela Polícia Rodoviária Federal e pala Polícia Militar do Estado de Rondônia, de 630kg de maconha, em Vilhena. A partir deste flagrante houve início de investigação aprofundada pela Polícia Federal, que, conforme apurado, pode vincular outras 7 cargas de drogas identificadas pela polícia à ORCRIM.
 
O total de drogas relacionadas aos investigados se aproxima das 2,5 toneladas.
 
Foi verificado ainda o uso de hotel e empresa de apostas esportivas sediadas em Rondônia na lavagem de capitais, bem como outras empresas de segmentos diversos, sendo deferido a suspensão de atividades das mesmas.
 
Os mandados cumpridos nesta data foram expedidos pelo Juízo Estadual da 2ª Vara Criminal da Comarca de Vilhena e há colaboração da Polícia Militar de Rondônia nas atividades durante a deflagração da operação.
 
Maiores detalhes serão comunicados pela Polícia Federal ao longo do dia.