Em nota, Energisa diz que contrato celebrado com o IPEM é legal

Em nota, Energisa diz que contrato celebrado com o IPEM é legal

Porto Velho, RO - A assessoria de comunicação da Enegisa, concessionária de energia elétrica em Rondônia, emitiu uma nota de esclarecimento sobre a matéria divulgada ontem pelo site O OBSERVADOR sob o título “TJ-RO mantém recomendação que suspendeu acordo de cooperação entre Ipem e Energisa” e esclareceu que o contrato celebrado com o instituto é antigo, legal e de pleno conhecimento com o Ministério Público do Estado. A nota diz ainda que os valores cobrados tem seu valor estipulado pelo Inmetro. 


CONFIRA A NOTA: 
A Energisa Rondônia esclarece que não há qualquer ilegalidade no contrato com o Ipem. Sua elaboração atende acordo firmado entre o Ministério Público de Rondônia e a antiga Ceron, bem como a lei federal  9.933/99. A remuneração fixada corresponde à taxa de serviços metrológicos prevista na mesma lei e tem seu valor estipulado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – INMETRO. Os pagamentos estão em linha com os praticados em outros estados e em outras atividades econômicas, que também usam os serviços do órgão para aferição de medidores, balanças, taxímetros e demais equipamentos de medição.