Demitido por usar voo da FAB assume cargo no Ministério do Meio Ambiente

Demitido por usar voo da FAB assume cargo no Ministério do Meio Ambiente

Porto Velho, RO - Oito meses após ser demitido por utilizar exclusivamente uma aeronave da Força Área Brasileira (FAB), para ir ao Fórum de Davos, o ex-secretário-executivo da Casa Civil, José Vicente Santini, está de volta ao governo Bolsonaro.  A informação é do jornal Estado de S.Paulo. 

Apesar da repercussão negativa e ele segue no governo e assumirá o cargo de assessor especial do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, com salário de R$ 13.623. A nomeação foi publicada nesta quarta-feira, 16, no Diário Oficial da União.

A volta de Santini teve o aval do Palácio do Planalto após os três processos que ele respondia terem sido encerrados por não apontarem irregularidade por ele usar o voo da FAB.