Custos do Detran de Rondônia têm mais aumentos

Custos do Detran de Rondônia têm mais aumentos

Porto Velho, RO - Levantamento dos últimos três anos demonstra um grande reajuste nas taxas do Detran  de Rondônia (sem contar os terceirizados). Um só exemplo: o primeiro emplacamento, em 2018, custava 331,92 reais. Em 2019, o mesmo serviço saltou para 359,76 reais, um aumento de 27,84 reais ou 8 por cento, praticamente o dobro da inflação do período.

A nova tabela, pelo mesmo serviço, agora, para 2020, prevê um custo de 379,05 reais ou 19,20 reais de reajuste. Em percentual 5 por cento. De 218 a 2020, o aumento em dinheiro foi de 47,13 por cento ou, em dois anos, reajuste de 14,2 por cento.

Nos próximos dias, vamos divulgar outros valores dos últimos três anos e a relação, que parece infindável, de pagamentos de taxas que o pobre rondoniense tem que fazer ao Detran. E vamos fazer alguns comparativos, por exemplo, com os mesmos valores pagos pelos proprietários de veículos no Acre.

Tem como diminuir todo esse absurdo que se paga de impostos, taxas, emolumentos, contribuições para o órgão milionário do nosso trânsito? Claro que tem. O governo do Mato Grosso, por exemplo, numa só canetada diminuiu mais de 40 taxas do Detran deles, sem prejuízos aos cofres da instituição. Aqui também dá. O governador Marcos Rocha, aliás, anda de olho nesse assunto, conforme comentou no programa Papo de Redação da SICTV/Record, neste sábado.