Com popularidade em alta; Vinicius recebe convites para concorrer no interior

Com popularidade em alta; Vinicius recebe convites para concorrer no interior

Porto Velho, RO - Quarto colocado nas eleições do ano passado quando disputou o governo de Rondônia e saiu-se como a grande revelação daquele processo eleitoral com 110.585 votos, o jovem sociólogo, advogado e professor da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Vinicius Miguel Raduan, vem recebendo convites para disputar a sucessão municipal no ano que vem em municípios do interior.

Aos 33 anos, tendo participado de sua primeira experiência como candidato a um cargo eletivo, Vinicius Miguel já recebeu convites para transferir seu domicílio eleitoral e concorrer à sucessão municipal nos municípios de Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena, embora recentemente tenha assumido o comando do Cidadania (ex-PPS), com a incumbência de organizar o partido para as eleições de 2020, na qual se colocaria como nome certo à sucessão do prefeito Hildon Chaves, de Porto Velho.  

Seu desempenho nos debates eleitorais durante a campanha, com um discurso afiado contra a corrupção, como quando emparedou o veterano Maurão de Carvalho, ex-presidente da Assembleia Legislativa, apontando o grande número de processos nos quais estava envolvido, além da defesa firme da transparência na gestão e ácidas críticas ao tradicionalismo da política de conchavos, superaram as dificuldades de se lançar por um partido praticamente desconhecido e também estreante numa disputa eleitoral, o Rede Sustentabilidade.

Também somou muito o currículo profissional, que contribuiu para destaca-lo como o mais culto entre os candidatos daquelas eleições. Além de advogado, sociólogo e professor universitário, foi presidente da comissão de estudos constitucionais da OAB-RO, especialista em administração pública, pela Fundação Getúlio Vargas e é mestre em Políticas Internacionais pela Universidade  Glasgow, na Escócia, a mesma que formou nomes conhecidos das Ciências Naturais e Sociais, como Adam Smith, John Knox e William Thomson. Recentemente concluiu seu doutorado em Ciências Políticas e assumiu a chefia do Departamento de Ciências Sociais da Unir.

Seu desempenho eleitoral mais marcante foi em Porto Velho, onde obteve 69.820 votos, mais de que o governador que acabou eleito Marcos Rocha, porém ganhou musculatura também em Cacoal, onde recebeu votação de 8.091 eleitores, em Ji-Paraná, onde obteve 5.883 votos e em Vilhena, onde contabilizou 3.130 votos.

Na infância e juventude, Vinicius Miguel morou em Ji-Paraná e Vilhena. Nesta última, sua mãe, morava até o ano passado. “Eu adoraria sair candidato em Vilhena”, disse ao responder sobre a avaliação dos convites recebidos de lideranças interioranas.