China reafirma luta pelo desenvolvimento em 2020, mas não estabelece meta de crescimento

China reafirma luta pelo desenvolvimento em 2020, mas não estabelece meta de crescimento

Porto Velho, RO - O relatório do governo chinês enviado para apreciação da Assembleia Popular Nacional nesta sexta-feira (22) não estabelecerá uma meta específica de crescimento econômico para 2020. 

A decisão de não estabelecer uma meta específica de crescimento foi tomada porque o país tem dificuldade de prever alguns fatores, devido à grande incerteza em relação à pandemia da Covid-19 e ao ambiente econômico e comercial mundial, disse o primeiro-ministro Li Keqiang ao entregar o relatório na reunião de abertura da terceira sessão do 13º Congresso Nacional do Povo, informa a Xinhua.

"Não estabelecer uma meta específica para o crescimento econômico permitirá que todos nós nos concentremos em garantir a estabilidade nas seis frentes e segurança nas seis áreas" [de atuação do governo], disse Li.

"Ao fazer isso, seremos capazes de manter os fundamentos da economia estáveis", afirmou. "Manter a segurança proporcionará a estabilidade necessária para prosseguir o progresso, estabelecendo assim uma base sólida para alcançar nosso objetivo de construir uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos".

As seis frentes referem-se a emprego, setor financeiro, comércio exterior, investimento estrangeiro, investimento doméstico e expectativas. As seis áreas referem-se a segurança no emprego, necessidades básicas de vida, operações de entidades do mercado, segurança alimentar e energética, cadeias industriais e de suprimentos estáveis ​​e o funcionamento normal dos governos de nível primário.

A China dará prioridade à estabilização do emprego e à garantia de padrões de vida, com o relatório divulgando metas, políticas e medidas detalhadas.

A China pretende adicionar mais de 9 milhões de novos empregos urbanos em 2020 e manter a taxa de desemprego urbano em cerca de 6%.

O país garantirá a eliminação da pobreza entre todos os residentes rurais que vivem abaixo da linha de pobreza atual e em todos os municípios pobres.