Casal é morto a tiros, e filha se finge de morta para escapar

Casal é morto a tiros, e filha se finge de morta para escapar

Um casal foi morto a tiros na noite desta terça-feira (10) em Magé, na Baixada Fluminense, após bandidos invadirem a casa da família. A filha das vítimas, de 16 anos, conseguiu se salvar após se fingir de morta, segundo a polícia.

Os criminosos estavam encapuzados e fugiram em um veículo ainda não identificado. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), que ​informou ao UOL que o casal já sofria ameaças de criminosos da região. A polícia busca saber o que motivou o assassinato. 

A adolescente foi atingida após Viviane Santos Alves Araújo, de 43 anos, e Claudicínio Capistrano de Araujo, de 63 anos, serem alvejados. Os tiros atingiram o rosto, os ombros e uma das mãos da menina, que esperou que os homens armados fossem embora para se movimentar.

Depois que os criminosos fugiram, pai e mãe foram socorridos por vizinhos, mas não resistiram e morreram no local.

A jovem ferida foi levada para o Hospital Municipal de Magé, mas ela teve que ser transferida para o Hospital estadual Adão Pereira Nunes em Saracuruna, em Duque de Caxias, também na Baixada Fluminense. A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou que seu estado de saúde é estável.